A criticidade Corrosão por dissolução dos metais – C4 é causada pela ação corrosiva do óleo em relação aos metais presentes nos transformadores (por ex., cobre.).Essa corrosão determina a dissolução dos metais dentro do óleo em condições normais de funcionamento.

O tipo e a velocidade da corrosão dos metais dependem da temperatura, da concentração de oxigénio e da formulação do óleo em termos de compostos aromáticos, compostos aromáticos polinucleares (PNA), compostos com heteroátomos (por ex., oxigénio, azoto), aditivos antioxidantes (por ex.,DBPC), aditivos passivadores (por ex.,Irgamet 39, Irgamet 30).

Causas em relação às fases do ciclo de vida

Causas de Criticalness “Dissolução de Corrosão de Metal – C4” Quando pode ocorrer (fases do ciclo de vida)
Falta de requisitos de compra de petróleo (novo ou reciclado) Requisitos e compra
Falta de controle de qualidade para lotes individuais ou fornecimento único de óleo isolante Aceitação de óleos isolantes
Falta de procedimentos analíticos para verificar os metais dissolvidos em óleo Aceitação de óleo, teste de fábrica, instalação e pré-energização, exercício, velhice, pós-morte
Contaminação cruzada para o uso de óleo, plantas, tanques ou recipientes contaminados por metais (para enchimento, impregnação, enchimento ou tratamento) teste de fábrica, instalação e pré-energização, exercício, velhice, pós-morte (reciclagem de óleo)

O efeito do campo elétrico no interior do transformador amplifica a mobilidade iónica dos compostos organometálicos dissolvidos nos líquidos isolantes, degradando as propriedades dielétricas do sistema de isolamento (óleo e papéis).Estes fenómenos podem tornar-se particularmente críticos para certos tipos de transformadores, como, por exemplo, transformadores retificadores, de conversão (HVDC) e especiais (por ex., tração elétrica de comboios).

A dissolução induz a deposição dos metais (por ex., cobre) sobre os papéis de isolamento e a formação de depósitos insolúveis (lamas) dentro da carcaça; a consequência é a degradação progressiva das propriedades dielétricas e químicas, quer do óleo, quer dos papéis.

A presença de cobre dissolvido atua como um catalisador nos processos de oxidação do óleo

– acelerando a degradação química do óleo,

– reduzindo as propriedades de estabilidade à oxidação do óleo,

– acelerando o envelhecimento dos papéis,

– e acelerando a formação de lamas.

Info

Em alguns tipos de óleos de elevado teor de aromáticos, foram observadas concentrações de cobre dissolvido em óleo até 500 mg/kg (contra um valor típico < de 0,80 mg/kg) e fator de dissipação dielétrica DDF (tan delta) superior a 2 (em comparação com um valor típico de < 0,10).

Info

Nos papéis, observou-se uma contaminação de cobre com concentrações até 2700 mg/kg (contra um valor típico de 50 mg/kg).

A Sea Marconi estudou experimentalmente estes fenómenos em diversos tipos de líquidos isolantes.Em alguns tipos evidenciou-se uma correlação entre o fator de dissipação dielétrica (tg delta) e concentração de cobre dissolvido no óleo isolante.Noutros tipos de óleo, graças ao teste de copper deposition tendency desenvolvido pela Sea Marconi, observou-se uma relação entre a formulação do óleo com aditivos particulares e a tendência a depositar nos papéis compostos organometálicos contendo cobre.

Não encontrou o que estava procurando?

Entre em contato conosco para saber mais sobre o seu caso





    Li a informação de privacidade e autorizo o uso dos meus dados pessoais para os fins especificados ali.
    Inserir este código: captcha